FRASE:

FRASE:

"Se deres um peixe a um homem, vais alimenta-lo por um dia; se o ensinares a pescar, vais alimenta-lo a vida toda."

(Lao-Tsé, filósofo chinês do séc. IV a.c.)

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

ALAN FONTELES, O "BLADE" BRAZUCA

Eu já escrevi bastante sobre Oscar Pistorius, o "Blade Runner", fantástico corredor sul-africano amputado de ambas as pernas, o único nestas condições a disputar uma olimpíada com corredores sem deficiências.
Nas olimpíadas de Londres, ele fez parte da equipe de revezamento 4X400 do seu país, disputou a prova final, ficando em penúltimo, porém alcançando a melhor marca da África do Sul em todos os tempos, nesta modalidade.
Mas, agora nas Paralimpíadas, também em Londres, ele foi surpreendido pelo desempenho igualmente fantástico do brasileiro Alan Fonteles nos últimos cem metros da final dos 200 m, classe T44 (bi-amputados) sendo ultrapassado a poucos passos da chegada.
O brasileiro, com o tempo de 21,45 segs. (novo recorde mundial), conquistou a sétima medalha de ouro para o Brasil na competição, deixando a prata para o "Blade Runner", que completou em 21,52 segs.!

Alan Fonteles (e) comemora após a eletrizante chegada, quando ultrapassou Pistorius (d) nos últimos passos antes da linha.
(Foto: GloboEsporte)
O sul-africano sentiu o golpe e chegou a protestar contra a natureza das próteses usadas pelo brasileiro (do mesmo fabricante e modelo que as dele), alegando que as mesmas aumentavam a passada do concorrente (na realidade, Fonteles deu mais passadas do que ele, que tem passos mais largos).
Mas, depois, retirou o protesto e pediu desculpas pelo twitter, aceitando a vitória do corredor brasileiro numa prova onde ele era o favorito.
O "Blade" brazuca, com apenas 20 anos, abre as asas e a bandeira.
(Foto: Adrian Dennis - AFP)

Entretanto, segundo Fonteles, o desapontamento do sul-africano ficou muito visível no pódio onde foram recebidas as medalhas, e ele tem sido de poucas palavras nos contatos com o brasileiro, seu fã confesso.
Sobre o fenômeno Alan Fonteles, extrai este texto do site da revista INFO:
"Nascido no Pará, o jovem Alan sofreu uma biamputação abaixo dos joelhos quando tinha apenas 21 dias de vida, devido a uma infecção intestinal que se alastrou pela corrente sanguínea.  Mas a amputação nunca lhe foi um empecilho. Com próteses mecânicas aprendeu a andar e a correr.
Alan corre sobre pernas de fibra de carbono Cheetah que pesam 512 gramas cada e suportam até 147 quilos. “As próteses convencionais machucavam e não me permitiam melhorar o rendimento. Dei um salto no desempenho com a Cheetah”, diz Alan. “Quando estou na pista de atletismo, tenho um retorno de energia muito grande, o que me permite correr em alta performance.”  O modelo que o garoto pobre do Pará ganhou de presente e que mudou sua vida custa hoje cerca de 30 mil reais. Ele tem quatro pares. Fora das pistas, Alan usa próteses convencionais.
O atleta foi um dos personagens da reportagem da INFO “A geração Ciborgue”, escrita pelo jornalista Thiago Tanji.  A matéria mostra como a união entre engenharia e medicina na criação de próteses comandadas por chip, sensores e software podem devolver os movimentos a pernas, cotovelos, pés e mãos e substituir com perfeição até os ouvidos."
No link abaixo, você pode conferir a extensa reportagem de Thiago Tanji, publicada na revista INFO em 25/06/2012, falando sobre as próteses high-tech:
Ao site GloboEsporte.com, o brasileiro declarou que ainda não está nos seus planos seguir os passos de Pistorius e disputar uma olimpíada:
- Primeiro, quero fazer mais história ainda em Londres. Tenho as provas dos 100m, 400m e 4 x 100m. Quero fazer história também em 2016, na minha casa, com todos os brasileiros. Aí então vamos pensar.
Antes disso, o brasileiro volta a encontrar Pistorius em mais três oportunidades em Londres. Os dois também dividirão as raias do Estádio Olímpico nos 100m e 400m T44 e no revezamento 4x100m T42/T46.
Parabéns para Alan Fonteles, o nosso "Blade" brazuca!

45 comentários:

  1. Pois é, a completa interação homem-máquina já está no horizonte, provavelmente dentro de trinta ou quarenta anos a engenharia biomecânica já terá superado os principais obstáculo para "construir" um ciborg. Quem viver verá. Abraços e parabéns pela postagem, jAIR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jair, achei impressionantes os tempos dos corredores!
      Há uns tempos atrás eu nunca imaginaria que isto fosse possível.
      Além da tecnologia, cabe ressaltar também a força de vontade dos competidores!
      Abraços!

      Excluir
  2. Querido amigo Leonel.
    Me emociona relatos como este.
    Penso que o ser humano não tem noção da sua capacidade.
    Muitas vezes ele precisa chegar ao fundo do mar para apreender a nadar.
    Olha este exemplo.
    Esta semana eu tive um exemplo..uma garota la nageria sofreu uma cirurgia no cerebro e precisou tirar um pedaço dele.
    Justamente a parte da criação.da criatividade.
    Medicos disseram a ela que ela jamais poderia voltar a ser artista.
    Ledo engano.
    Ela não acreditou e foi em frente.
    Ema nos mostrou o trabalho dela e contou o seu relato com o maior
    orgulho. Não o orgulho ruim, o orgulho de ter superado um obstaculo.
    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que a capacidade do ser humano é do tamanho de sua necessidade, ou da sua determinação!
      Como você disse de forma poética...
      Este caso que você citou também é um exemplo...
      Abraços, Ma!

      Excluir
  3. En mis tiempos de estudiante había un compañero que le faltaban las manos y su pundonor y su perseverancia hizo que, a parte de escribir muy bien, se haya convertido en un gran pintor; usando sólo los muñones de las inexistentes manos.
    Muy buena Entrada, Leonel.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este foi outro exemplo de determinação e capacidade!
      Gracias pela visita, Pedro!

      Excluir
  4. Um exemplo de persistência, garra e fé. Autoconfiança e autoestima invejáveis! Muitos de nós, perfeitos fisicamente, sofremos de amputações mentais que nos bloqueiam infinitamente!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem colocado, Célia!
      Talvez as "amputações mentais" sejam mais limitadoras do que as físicas!
      Abraços!

      Excluir
  5. Homero era cego, Beethoven era surdo e Antônio Francisco Lisboa era "aleijadinho". Como esses, há inúmeros exemplos de GENTE QUE SABE VIVER.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente que sabe como viver...
      Impressionante como o ser humano é capaz de lidar com as situações difíceis...
      Abraços, Barcellos!

      Excluir
  6. Limerique

    Era um jovem que pernas não tinha
    Mas a tecnologia disse a que vinha
    Com próteses fenomenais
    Assombrando os demais
    Na frente de todos cruzou a linha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O coroa com muito talento
      E o jovem filho do vento
      Um esnoba brincando de poeta
      O outro dispara rumo à sua meta
      Que alcança em um só momento.

      Abraços!

      Excluir
    2. Limerique

      Sem pernas, mas com ótima mente
      Eu competindo com essa gente
      Ao lado o filho do vento
      Mas esse é meu momento
      Pois não vejo ninguém à minha frente.

      Excluir
  7. OI LEONEL!
    QUE BELA REPORTAGEM, VERDADEIRA LIÇÃO DE VIDA, CORAGEM E SUPERAÇÃO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro contar histórias como esta!
      Abraços, Zilani!

      Excluir
  8. Sensacional. Muito empenho, dedicação, perseverança e a merecida vitória. Gosto muito de biografias de pessoas que superam dificuldades na vida.
    Valeu!

    Beijos Leonel e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro escrever sobre pessoas assim!
      Confirmam a lição de que "o que não te mata, te deixa mais forte"!
      Boa semana, Carla!

      Excluir
  9. Boa noite amigo amado !!!!!
    Eu lendo todo esse relato,me faz suspirar para recomeçar a pensar que comentário deixarei aqui.E depois de muito pensar só tenho que dizer,que tbm sou uma pessoa superada na vida.À um tempo atrás deixei meu relato de vida no blog da Emília,a poucos dias deixei a continuação desse relato no blog do amigo Bentinho e,hoje tenho armas para deixar aqui tbm esse relato,mas vou deixar passar sem ter que repassar mais uma vez.Só quero deixar bem transparente,que o que faz as pessoas me elogiarem com meu sorriso que é meu cartão postal,é justamente isso SUPERAÇÃO,sair de uma sala de cirurgia,depois de um erro médico,com vários órgãos amputados e sem o direito ao riso.E eu lutei muito para que já que não podia repor os órgãos amputados, pelo menos o meu sorriso eu o tivesse de volta.E hoje já o tenho até demais da conta,que chega a incomodar a certas pessoas,mas eu continuarei a sorrir sim,pois eu mereço e muito ser uma eterna sorridente,rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs
    Parabéns pela matéria e pela oportunidade que vc me deu de sorrir mais um pouco por aqui,rsrsrsrsrsr
    Bjs meu querido!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Severa, eu li a sua entrevista e fiquei ciente dos dramas pelos quais passastes.
    É por isto que te admiro, pela galhardia com que levas a vida, apesar de tudo!
    Beijos, Severa!

    ResponderExcluir
  11. Mas, Leonel, você que não tem nada com isso, tente elucidar: Se a ele foi permitido correr na Olímpíada, foi por teoricamente ter sido considerado "normal"... Nas Paralímpiadas (gostei da nomeclatura) o sujeito Blade Runner não chegaria com suposta vantagem?

    Enfim, o bacana é que o nosso blade-brazuca chegou na frente.

    A todo instante, nesse mundão gigante, há quem esteja a superar o que lhes disseram ser impossível.

    Que bom!

    Beijo e abraço, querido Leonel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Milene, Pistorius correu na olimpíada porque não ficou evidenciado que as próteses lhe dessem vantagem sobre os concorrentes não amputados (e na realidade, sua equipe não conseguiu medalhas, apesar de fazer uma boa marca) e nenhum regulamento o impedia de concorrer tendo a desvantagem de ser amputado.
      Já na paralimpíada, ele se enquadra perfeitamente na categoria T44, por ser bi-amputado!
      Mas, ele não esperava o desempenho surpreendente do brasileiro!
      De qualquer forma esses corredores são todos vencendores, por sua determinação e força de vontade!
      Bjs!

      Excluir
  12. E eu adoro ler essas postagens "verdades da vida real; lições de superação e vitórias tão merecidas; "grandes guerreiros!
    Quanta emoção senti aqui, por tudo o que li, até pelo desabafo da Severa tão maravilhosa quanto esses atletas.
    Amei e me fez um bem enorme.
    Todos eles são vencedores, e eu até me sinto pequena diante dessa GENTE QUE FAZ A DIFERENÇA.
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, assim como nossa amiga Severa, todos são vencedores, e você também!
      Prazer em te ver, Mery!
      Bjs!

      Excluir
  13. Fiquei tão orgulhosa quando assisti a esse feito. Claro que por ser brasileiro mais um cadim ainda. Com a mesma intensidade fiquei boquiaberta com a reação - vaidade - do Pistorius! Nesse quesito é tudo igual...
    Mudando de assunto: tenho me lembrado de outra forma de você. Um amigo me emprestou sua coleção FOLHA clássicos do cinema (bacanérrimo):Grande Hotel, Dr.Jivago, A costela de Adão, Ladrão de casaca, Gigi, E o vento levou, e muiiitos outros. Ah meu amigo...que delícia! E eu imaginando você fazendo as sinopses rsrsrs. Aliás, ando com saudades desse tipo de postagem por aqui.
    Beijuuss, energizados, n.a.

    ResponderExcluir
  14. Eu me emocionei de verdade com a espetacular arrancada do Alan no finalzinho.
    Pistorius tinha a vitória como certa, e não estava preparado para perder...Sentiu o golpe!
    Estou preparando algumas postagens de filmes, inclusive alguns recentes, fugindo um pouco da minha linha saudosista...
    Beijos, Rê!

    ResponderExcluir
  15. Assunto brilhante ,muito bem debatido,que naturalmente só poderia estar em teu excelente "ASTERÒIDE".Show de postagem meu querido Leonel.Paz e energia entrelaças com meu grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela presença, Suze!
      Receba meu abraço!

      Excluir
  16. Caro Leonel!
    Receba meus cumprimentos pela belíssima postagem.
    Fiquei muito emocionado porque me identifico com seu estilo.
    Parabens
    AVANTE!
    Sinval

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinval, te agradeço pelo incentivo!
      Principalmente depois de conhecer teu lindo blog, e ver a qualidade dos teus escritos, que eu recomendo a todos!
      Abraços!

      Excluir
  17. Quando quero estar em contato com a verdade essencial que outras reportagens não mostra, entro no seu blog e me realizo,parabéns pelos post´s sempre atuais...Cultivo feliz a amizade e o carinho por seus comentários sempre pertinentes em meu blog.Abraço fraterno de leitor.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BYJOTAN, você já é "da casa"!
      Aprecio bastante a força que você me dá sempre!
      E aprecio ainda mais seus inteligentes posts!
      Abraços!

      Excluir
  18. Leonel, parabens por esta matéria!

    Eu gosto de ler sobre historias incriveis de superação, porque elas me fortalecem! Os atletas especiais ensinam que é possível, basta querer! Não se acomodam, não lamentam, não deixam de lutar, eles demonstram uma garra fantastica.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E, a mim, dá prazer escrever sobre estes heróis da superação, que tem que vencer primeiro suas barreiras internas!
      Obrigado pelo seu comentário incentivador!
      Bjs, e bom domingo!

      Excluir

  19. Te felicito por tu blog quedando agradecido por la cantidad y buen gusto de tus textos. Me gusta el mensaje que encierra tu texto! Desde Jaén un saludo y feliz dia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miguel, sea bienvenido!
      Agradeço a sua bondade e a sua visita!
      Tenhas um bom domingo!

      Excluir
  20. S*I*L*E*N*C*I*O ! ! !

    Vim deixar beijos de dia de domingo,rsrsrsrs,e tbm para todos os dias da semana...
    saudadessssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, querida amiga!
      Sempre me alegras com tuas visitas!
      Bjs!

      Excluir
  21. Ae Leonel, é muito bacana ver exemplos assim.

    Abraços e paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita, Milton!
      Desculpe a demora em responder!
      Abraços!

      Excluir
  22. Oi, amigo...
    vim também desejar uma semana abençoada pra ti, beijinhos.
    Não tô entendendo esse SILÊNCIO da Severa, vou conferir.
    Muita Pázzzzz
    trabalhando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mery, talvez pelas minhas ausências (já explicadas) nos blogs smigos e no meu!
      Obrigado pela tua visita!

      Excluir
  23. O grau de superação de cada um diante das suas limitações é capaz de nos render exemplos como este, e uma reflexão como a tua, dando destaque ao que passa despercebido pela maioria.

    É muito bom passar por aqui e te receber em nossos cantinhos, vc é digno de admiração e carinho!
    Te desejo um ótimo dia, meu amigo - e deixo um abraço forte, tá bom?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denise, espero que compreendas minha pouca presença nos blogs amigos e no meu próprio, acho que agora vai melhorar um pouco!
      Abraços!

      Excluir
  24. Leonel, sua presença me faz muito contente.
    Pois sou admiradora de seu trabalho.
    Lindo sabado e
    obrigada de verdade.

    ResponderExcluir
  25. Muito interessante logo logo vão ter que criar novas categorias para os nossos Ciborgs!

    ResponderExcluir